.....................................................................Escritor clandestino é quem navega neste mar literário
...................................................................................sem se preocupar com o itinerário.

.......................................................................................A.J. Cardiais

Eu Sou Amor - A.J. Cardiais















Eu sou um ator...
Jogo meu mundo nas nuvens
e, descalço,
finco os pés no chão.

Desnudo-me
de toda poluição
que a vida “perfeita”
propicia.

Sou vida bandida.
Sou vida vazia
ou cheia de coisas
ditas “imprestáveis”
pela maioria.

Eu sou fantasia.
Sou a mais pura alegria.
Eu sou a ironia
que a vida não rimou.

Eu sou o amor.

A.J. Cardiais
imagem:google