.....................................................................Escritor clandestino é quem navega neste mar literário
...................................................................................sem se preocupar com o itinerário.

.......................................................................................A.J. Cardiais

Segredos do seu Versar - Rodrigo Arcadia



Segredos do seu Versar



Da sua boca há um silencio,
São segredos do seu versar,
Que nem o vento carrega.

Segredos escondidos, poeira silenciosa,
Sem fala, sem versos,
Segredos do seu versar, a canção dorme.

E há um poema dentro dos seus olhos,
Vejo dentro deles versos ricos,
Embriagados de luzes, versos que brotam,

Como sementes na terra,
São palavras férteis o seu versar.
E assim vão os segredos do seu versar.

(Rod.Arcadia)

.


.